Featured Posts
Recent Posts
Search By Tags
Follow Us
  • Facebook Classic
  • Twitter Classic
  • Google Classic

Hoje é dia de...

Saltar corda!!!!A primeira vista, uma recordação das nossas brincadeiras infantis e, por isso mesmo, algo muito fácil de executar. No entanto, só quem já se dedicou plenamente e durante largos minutos a saltar corda é que sabe o quão difícil pode realmente ser. É por esta e outras que saltar corda é uma das formas mais rápidas e eficazes de se exercitar!!!

Wod: Morte em salto corda

Com um relógio continuo realizar 10 saltos corda (simples), descansar o resto do tempo. Realizar 20 saltos corda (simples) no segundo minuto e assim por diante até não conseguir realizar os números de saltos corda dentro do minuto ou acabar o tempo.

Um single (metabólico) que necessita muita atenção, pois um erro pode te tirar da brincadeira.Wod realizado na CrossFit Bauru dia 21/05/2014.

Trabalha o corpo por inteiro: Quando salta corda você utiliza os ombros, bíceps e antebraços para virar a corda; os abdominais para manter o equilíbrio; os músculos das panturrilhas, coxas e glúteos para saltar. Quantos mais músculos estiverem envolvidos numa sessão de exercício, maior o gasto calórico.

É extremamente intenso: Em termos de atividade física, saltar corda é fantástico. Permite exercitar pernas e braços em simultâneo e com a mesma intensidade. Quanto mais depressa saltar, mais calorias vão queimar. Para intensificar ainda mais este workout, pode fazer saltos duplos, em vez de um salto de cada vez – um verdadeiro desafio.

O metabolismo mantém-se elevado: Saltar corda é precisamente um desses exercícios. Para além do trabalho intensivo dos músculos, também os pulmões vão receber um workout tão intenso que o ritmo metabólico vai manter-se acelerado e irá continuar a queimar calorias, mesmo depois de arrumada a corda.

É um exercício diversificado: É um exercício com tantas variações quanto as partes do corpo consegue trabalhar. Em vez de saltar, pode-se correr no sítio para exercitar melhor as pernas, levantar os joelhos para trabalhar os abdominais, cruzar e descruzar a corda para trabalhar os braços e ombros, saltar com a corda ao contrário, saltar com ambos os pés, com um apenas, alternando do pé direito para o esquerdo... as possibilidades são muitas e cruciais para não cair na monotonia e, pior, na desistência.

Não requer muito tempo: Devido à sua intensidade, abrangência, diversidade e efeitos duradouros, não necessitam passar horas a saltar corda para ver os tão desejados resultados. Bastam 5 a 15 minutos por dia para depressa se sentir e estar em forma; e para quem quer manter um elevado nível de fitness, não precisa mais do que 20 minutos.Fica a dica !!!Bora treinar!!!Hoje melhor que ontem!!!3 2 1 GO!!!

Cada dia um treino, cada treino um desafio

©CrossFit Cuesta by Mateus Ferraz. Feito para uso exclusivo do ©CrossFit Cuesta.  

Todos os direitos reservados a ©CrossFit Cuesta.