Featured Posts
Recent Posts
Search By Tags
Follow Us
  • Facebook Classic
  • Twitter Classic
  • Google Classic

Você sabia ...


... que a “adaptação neuroendócrina” é uma alteração no corpo que afeta você de forma neurológica ou hormonal. As adaptações mais importantes ao exercício físico são, em parte ou completamente, um resultado de uma alteração hormonal ou neurológica. Demonstrou-se através de pesquisas quais protocolos de exercícios maximizam as respostas neuroendócrinas. Anteriormente, nós condenamos os movimentos de isolamento por serem ineficientes. Agora, é possível dizer que um dos elementos cruciais que está ausente nesses movimentos é que eles não geram essencialmente nenhuma resposta neuroendócrina. Entre as respostas hormonais indispensáveis para o desenvolvimento atlético, estão os aumentos substanciais no nível de testosterona, do fator de crescimento semelhante à insulina e do hormônio do crescimento. Curiosamente, praticar exercícios com protocolos que reconhecidamente elevam a concentração desses hormônios produz alterações hormonais semelhantes àquelas da terapia hormonal exógena (uso de esteroides), sem nenhum dos efeitos colaterais nocivos. Regimes de exercícios que induzem uma resposta neuroendócrina elevada produzem campeões! O aumento da massa muscular e da densidade óssea são duas das muitas respostas aos exercícios físicos capazes de produzir uma resposta neuroendócrina significativa. Não é possível enfatizar o bastante sobre a importância da resposta neuroendócrina para os protocolos de exercícios físicos. Treinamento de peso com cargas pesadas, descanso curto entre as séries, altas frequências cardíacas, treinamento de alta intensidade e intervalos curtos de descanso, embora não sejam componentes inteiramente distintos, são todos associados a uma maior resposta neuroendócrina.

Wod: De dois em dois... morte em deadlifts

Com um relógio continuo por 10 minutos, realizar: Minuto 1 - 2 deadlifts Minuto 2 - 4 deadlifts Minuto 3 - 6 deadlifts e assim por diante acrescentando 2 repetições a cada minuto, até terminar o tempo, ou não conseguir realizar o número de repetições dentro do minuto. OBS: não pode soltar a barra até terminar o número de repetições.

Cada dia um treino, cada treino um desafio

©CrossFit Cuesta by Mateus Ferraz. Feito para uso exclusivo do ©CrossFit Cuesta.  

Todos os direitos reservados a ©CrossFit Cuesta.